Imagem Corporativa

Beneficência Portuguesa de São Paulo assegura selo de Acreditação em Excelência da ONA

Notícia   •   Jan 11, 2016 16:52 GMT

A Beneficência Portuguesa de São Paulo assegurou sua certificação no nível de excelência da ONA 3. Este é o reconhecimento máximo concedido pela Organização Nacional de Acreditação, que atesta a qualidade assistencial e a segurança do paciente. O hospital foi certificado em 2012 no nível de Excelência, porém como regra da ONA, a cada três anos, passa por uma reavaliação que pode ou não validar o certificado já conquistado pela Instituição.

“Esse é um momento muito especial para a Beneficência Portuguesa de São Paulo. A recertificação pela ONA em Excelência, chancelada pelo IQG - Instituto Qualisa de Gestão, reafirma a melhoria contínua do hospital na busca de melhores práticas para a promoção da segurança do paciente”, afirma Luiz Eduardo Loureiro Bettarello , Superintendente Executivo Médico da instituição.

Sobre Beneficência Portuguesa de São Paulo

Fundada em 1859, a Beneficência Portuguesa de São Paulo (www.beneficencia.org.br) é a maior instituição hospitalar privada da América Latina, contando com aproximadamente
7.500 colaboradores e 3.000 médicos, e com uma gestão baseada na qualidade assistencial, humanização, ensino e pesquisa, além de um corpo clínico formado por renomados especialistas. A instituição é referência no atendimento médico hospitalar em mais de

50 especialidades, como cardiologia, oncologia, neurologia, gastroenterologia, ortopedia, urologia, entre outras. Atualmente, a Beneficência Portuguesa conta com três hospitais que somam mais de 1.200 mil leitos de internação. O Hospital São Joaquim, primeiro pilar da Instituição, realiza atendimento ao Pronto Socorro, UTIs, Internações e Cirurgias. Em 2007, foi inaugurado o Hospital São José, que se destaca pelo atendimento oncológico com padrões internacionais, entre outras especialidades. Em 2012, o Hospital Santo Antônio foi criado com o objetivo de oferecer atendimento a pacientes usuários do Sistema Único de Saúde, reforçando a responsabilidade social e carácter beneficente da Associação. Já em 2013, a Instituição criou o Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes para ser um dos maiores e mais completos núcleos de tratamento de câncer no país.