Skip to main content

Amigdalite é frequente em crianças

Release   •   Set 11, 2014 13:58 GMT

Conhecida como uma inflamação que ataca as amígdalas (hoje chamada de tonsilas palatinas - órgão responsável pela produção de agentes imunológicos, como anticorpos para combater bactérias específicas), a amigdalite ou tonsilite, é uma doença que pode muitas vezes ser confundida com outras dores na garganta. Segundo Antônio Carlos Cedin, otorrinolaringologista da Beneficência Portuguesa de São Paulo, muitas pessoas sofrem com inflamações nesse órgão. “a amigdalite é classificada entre bacteriana e viral e pode ser aguda ou crônica”.

As amígdalas formam uma barreira protetora no organismo e as infecções são causadas por vírus ou bactérias que foram filtrados por esse mecanismo de defesa presente no corpo.  Segundo o especialista, a doença incide frequentemente as crianças. “Elas estão em fase de constituição de suas defesas naturais e, a cada contato com agentes infecciosos aos quais elas ainda não se expuseram, terão a infecção por estes agentes. A partir daí elas formarão os anticorpos e, portanto, maior resistência à estas infecções”.

Entre os sintomas frequentes estão dores de garganta, febre e fadiga geral. Quando causadas por vírus respiratórios, como o da gripe, há os sintomas característicos de coriza, congestão nasal e tosse. Além disso, o inchaço local dificulta a alimentação.

Para tratar as infecções da amigdalite são usados antibióticos ou medicações sintomáticas, como analgésicos e anti-inflamatórios, dependendo da etiologia viral ou bacteriana. “Em caso de infecções crônicas, abcessos locais ou complicações gerais, como renal, articular e cardíaca, é recomendada a cirurgia para extração das amígdalas”, finaliza Cedin.


Sobre a Beneficência Portuguesa de São Paulo 

Fundada em 1859, a Beneficência Portuguesa de São Paulo é a maior instituição hospitalar privada da América Latina, contando com aproximadamente 7.500 colaboradores e 2.200 médicos, e com uma gestão baseada na qualidade assistencial, humanização, ensino e pesquisa, além de um corpo clínico formado por renomados especialistas. A instituição é referência no atendimento médico hospitalar em mais de 60 especialidades, como cardiologia, oncologia, neurologia, gastroenterologia, ortopedia, urologia, entre outras. Atualmente, a Beneficência Portuguesa conta com três hospitais que somam mais de 2.000 mil leitos de internação. O Hospital São Joaquim, primeiro pilar da Instituição, realiza atendimento ao Pronto Socorro, UTIs, Internações e Cirurgias. Em 2007, foi inaugurado o Hospital São José, que se destaca pelo atendimento oncológico com padrões internacionais, entre outras especialidades. Em 2012, o Hospital Santo Antônio foi criado com o objetivo de oferecer atendimento a pacientes usuários do Sistema Único de Saúde, reforçando a responsabilidade social e carácter beneficente da Associação. Já em 2013, a Instituição criou o Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes para ser um dos maiores e mais completos núcleos de tratamento de câncer no país.


Comentários (0)

Adicionar comentário

Comentário